Cidade - Cidade

A empresa de alimentos JBS, dona da marca Friboi, firmou um contrato de locação dos ativos da Rodopa Indústria e Comércio de Alimentos Ltda, dona da marca de carnes Tatuibi que possui unidade no município de Ipuã. A informação consta na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União, já com o pedido de análise para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Segundo o edital de publicidade do ato de concentração, assinado pelo Superintendente-Geral substituto do CADE, Diogo Thomson de Andrade, a natureza da operação a ser avaliada pelo órgão antitruste engloba o abate de bovinos, fabricação de produtos de carne, comércio atacadista de carnes bovinas e derivados, preparações de subprodutos do abate, curtimento e outras preparações do couro, fabricação de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal e de itens de limpeza e polimento. Após a série de aquisições em bovinos realizada nos últimos anos, foi imposto pelo Cade, que qualquer movimento da JBS nesse sentido, teria a análise prévia do órgão.

A Rodopa foi fundada em Limeira (SP) pela família Bindilatti no ano de 1958 e até o fim de setembro de 2012 era controlada por Paulo Bindilatti. Em uma operação que envolveu a assunção de dívidas de cerca de R$160,0 milhões mais alguns ativos não operacionais da empresa, como imóveis, equipamentos, entre outros, que somariam aproximadamente R$20,0 milhões, ela passou para o controle de Sergio Longo, então seu diretor geral. Longo foi diretor Financeiro do Grupo JBS e estava no comando da Rodopa há três anos.

Os ativos a serem locados pela JBS e as suas localidades não constam no edital, mas a Rodopa possui quatro unidades: em Santa Fé do Sul (SP), Ipuã (SP), Cassilândia (MS) e Goiás (GO), além de um escritório em Alphaville (SP).

Rating

Em 11 de outubro, a agência de classificação de risco Fitch havia afirmado os ratings de probabilidade de Inadimplência do Emissor (IDRs)da Rodopa em moeda estrangeira local "B-", bem como o rating nacional de Longo Prazo "BBB-(br a)". Ao mesmo tempo, a agência afirmou o rating B-/RR4 das emissões de notas sem garantias reais, no montante de US$100,0 milhões, com vencimento em 17 de outubro de 2017. A perspectiva dos ratings corporativos é estável.

No relatório, a agência justificou que a afirmação dos ratings continuava a refletir a sua estreita liquidez e o alto risco de refinanciamento, aliados à pressionada capacidade de geração de fluxo de caixa da companhia. O Ebitda da empresa, nos últimos 12 meses até junho, conforme a Fitch, foi de R$94,2 milhões. O fluxo de caixa das operações (CFFO) ficou em R$81,4 milhões negativos, após aproximadamente R$40,9 milhões de despesas de juros e R$44,1 milhões de capital de giro necessário, devido à expansão de seu negócio.

"A liquidez da Rodopa está apertada e seu risco de refinanciamento é alto", disse a Fitch, na nota. Em 30 de junho de 2013, a companhia registrava R$400,0 milhões de dívida ajustada consolidada, incluindo R$9,0 milhões de obrigações de aluguel. O caixa e aplicações financeiras, de R$86,4 milhões, cobria apenas 40% dos R$167,2 milhões da dívida de curto prazo naquela data.

"O risco de refinanciamento da Rodopa é atenuado pelo fato de que parte de sua dívida de curto prazo é relativa a linhas de crédito de financiamento ao comércio exterior, que são automaticamente liquidadas com o fluxo de suas exportações", destacou a agência.

 

Fonte: Estadão. 12 de dezembro de 2013

 

Adicionar comentário

BoldItalicUnderlineStrikethroughSubscriptSuperscriptEmailImageHyperlinkOrdered listUnordered listQuoteCodeHyperlink to the Article by its id
Seu apelido/nome:
Seu website:
Assunto:
Comentário:

Banner
Parceiro - Prof. João Paulo
Banner
Parceiro - Blog da Luiza
Banner
Parceiro - Fogo no Brete
Banner
Pensamentos
Não existe verdadeira inteligência sem bondade. (Ludwig van Beethoven)